Xeque-mate ao azar


Quem me conhece sabe que sou um pouco "alérgico" a crendices e superstições. 

E é por isto que não ligo muito à noite da passagem de ano! Explico-me:

Porque raio se tem de comemorar a passagem das 23h59 do dia 31 de dezembro para as 00h00 do dia 1 de janeiro?!

Obviamente não tem nada de mal festejar-se tal coisa, mas para quê as bebedeiras em massa, e/ou comer doze passas e mais não sei o quê para terem sorte no ano seguinte?

Será que as pessoas que pertencem às estatísticas dos desempregados não comeram as passas no ano anterior?! 

Não acredito nisso e faço de propósito para provocar.

Assim, a minha ementa deste último 31 de dezembro foi: hamburger de frango com esparguete acompanhado de uma coca-cola sem cafeína (isto ao jantar), ao bater da meia-noite estava a terminar um capuccino quentinho com bolo rei, diverti-me à brava (sem álcool, nem por obrigação), não comi passas, não fui para cima de um banco, não bati com tachos e vou ter um 2016 fantástico... e não, não estou crente - estou só a fazer por isso, muita coisa vai mudar para melhor durante os próximos 12 meses!

Não acredita? Daqui a um ano volto ao tema.




2 comentários:

  1. Anónimo1.1.16

    Foram eles que te informaram que ias ter um ano fantástico!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. HAHAHAHA :)
      Não, claro que não... são só coisas da minha cabeça!

      Eliminar

Todos os comentários serão publicados, excepto spam e/ou os que contenham linguagem inapropriada.

Laudas mais lidas nos últimos 7 dias