Mas tu não percebes?!

Lisboa, depois de mais um dia de trabalho olho para o relógio e já é quase meia noite, acelero o passo, estou perto do carro e só quero voar para casa.

Entretanto reparo que numa passadeira mais à frente está um homem deitado, completamente imóvel! Será que foi atropelado? Estará bêbado? Estará morto? Tento sacudir pensamentos mais fantasmagóricos e aproximo-me.

Um taxista chega primeiro... pára, faz dois rápidos sinais de luzes, o homem continua imóvel, já estou a chegar e a minha preocupação com o sujeito sobe em flecha, ao mesmo tempo o taxista decide dar um rápido toque na buzina e o impensável acontece!!

O tipo levanta-se num ápice, e começa a gritar violentamente:
O que é que tu queres oh cabrão? Não vez que estou na passadeira?! Palhaço de merda... és um profissional e não sabes as regras das passadeiras?!
O taxista contorna-o, eu faço de conta que não está ninguém na rua e sigo a minha vida... irra, ele há gajos muita malucos!!

Nota: Isto aconteceu mesmo, foi há uns anos perto do Largo do Rato.

0 comentários:

Enviar um comentário

Todos os comentários serão publicados, excepto spam e/ou os que contenham linguagem inapropriada.

Laudas mais lidas nos últimos 7 dias